2-file-a-milanesa-d-e-dFavorito para ganhar o prêmio de melhor restaurante do mundo em 2013 na premiação da revista Restaurant, o D.O.M. de Alex Atala é, sem dúvida, o lugar mais requisitado para comer na capital paulista. Quem já foi, assina em baixo quando o quesito é qualidade. Quem nunca foi, fica curioso para conhecer as especialidades da casa, mas muitas vezes se intimida com a conta salgada que pode chegar no final da refeição.

Se você faz parte do segundo grupo de pessoas, acredite, é possível saborear as especiarias de Atala sem prejudicar o bolso. Além do D.O.M., o chef ainda lidera a cozinha do restaurante Dalva e Dito, também em São Paulo, com um cardápio bem mais acessível. Para ter uma ideia, uma porção de caldo de feijão sai por R$ 14.

Junto com caldo, palitinhos de mandioca frita, bolinho de bacalhau, bolinho de arroz, ostras frescas, mini pastéis de carne e empadinha de bobó com camarão também fazem parte de opções do menu para “beliscar” oferecido no restaurante. Todas as sugestões de entrada custam até R$ 38 – nada comparado ao preço de um boteco, mas o valor é bem menor se comparado ao restaurante mais famoso do chef eleito uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time.

Entre os pratos principais, bife à milanesa com salada de batata ou polvo crocante com risoto de brócolis com camarão  também aparecem bem mais em conta que no D.O.M., e custam R$ 58 e R$ 80, respectivamente.

Cardápio do D.O.M.
Para “priorizar a experiência gastronômica”, como o próprio restaurante aposta, o D.O.M. trabalha apenas com o menu degustação no jantar, onde o cliente pode optar por três variações:  quatro pratos (R$ 357), oito pratos (R$ 495) e reino vegetal (R$ 242). Os valores são bem maiores, mas a ideia é experimentar uma amostra de tudo o que restaurante tem de melhor. Vale lembrar que os pratos não são fixos e mudam de acordo com a estação.

“Isso é um grande desafio, pois o grau de complexidade do serviço é muito maior, já que servimos mais pratos, sem errar a apresentação, com várias trocas de taças e talheres. Mas este modelo, do ponto de vista técnico é estimulante para toda a equipe e permite continuarmos trabalhando com ingredientes frescos, diversificados e levados à mesa em seu melhor momento”, explica Atala.

Para deixar com água na boca, o Terra reuniu alguns pratos servidos no D.O.M. e no Dalva e Dito. Confira na galeria as fotos e os preços.