A doçura da banana delicadamente se mistura a crocância da farinha, numa fusão que conquistou paladares e se inseriu como comida típica regional. A farofa de banana é tradicional em Cuiabá e interpretá-la no concurso Chef do Sabor não foi tarefa fácil, pois é na simplicidade que os maiores  desafios se apresentam. Mas o chef Raphael Portilho tirou de letra: conquistou o primeiro lugar na categoria Chef Gourmet.

Reaproveitando toda a fruta, Raphael também caprichou na exibição, servindo-a em charmosas marmitinhas. Sul mato-grossense, Raphael veio para Cuiabá em busca da faculdade de Gastronomia na Unic, e por aqui fixou suas raízes. Na memória afetiva, a protagonista de sua  inspiração: a avó materna, sempre envolvida com o feitio de bolos, pudins e salgados.  Raphael cresceu acompanhando-a no preparo das guloseimas, o que delineou sua preferência pela cozinha familiar, o comfort food. O pai também lhe desperta admiração,  hábil na cozinha pantaneira.

Com experiências em cozinha de hospital, de hotel, industrial, de restaurantes, Raphael hoje compartilha sua sensibilidade com a chef e professora de gastronomia Anna Pinho, no Bistrô de Raiz. Dedicado, Raphael já está cursando pós-graduação em Gastronomia, e traça seus projetos: consultoria e seguir carreira acadêmica como professor.

Pesquisador, é apaixonado pela cozinha brasileira. “O nosso país tem uma gastronomia muito rica,  suas regiões e seus sabores típicos, e os produtos brasileiros são versáteis”, pontua ele.