A Black Beef acaba de anunciar uma parceria com a foodtech Fazenda Futuro, que irá fornecer o hambúrguer vegetal para o novo lanche da casa. Com gosto, cheiro e textura de carne, sem conter a proteína animal, a novidade chega para compor o cardápio da rede especializada em burgers artesanais no melhor estilo churrasco.

Batizado de Futuro Black Beef, o novo hambúrguer leva parmesan cream e um molho de shitake com queijos, no pão tipo brioche, e será vendido por R$ 26. No entanto, a carne de plantas poderá ser adicionada a qualquer lanche do cardápio por um valor adicional.

A novidade, que possui em sua composição um preparado protéico (17 gramas de proteína) com ervilha, proteína isolada de soja e de grão-de-bico, além de condimentos como sal, pimenta e cebola, e suco de beterraba, que emula a cor e o sangue da carne, chega nesta semana nas unidades de Brasília e Belo Horizonte. Nos próximos dias estará disponível nas praças de São Paulo e Rio Grande do Sul.

“Estamos muito entusiasmados com este novo produto. Queremos atingir todos os tipos de consumidores para nossas lojas. Por conta disso, nossa expectativa é que todas as lojas Black Beef tenham o Futuro Burger no cardápio até o final do mês”, comenta Mauricio Coutinho, CEO da rede.

Idealizada pelo chef Deco Sadigursky, em 2014, a rede tem entre os diferenciais a utilização de ingredientes frescos, gramatura bem maior que a concorrência e a preparação do burger na grelha quente e fogo alto. Além do chef, a marca tem como sócios o ator Caio Castro e o CEO da rede, Mauricio Coutinho.

Black Beef

Endereços: http://theblackbeef.com.br/#unidades

Informações: http://theblackbeef.com.br/

Sobre a Black Beef

Originada de um food truck que fazia muito sucesso na cidade de Maceió, em 2014, a Black Beef é líder no segmento de Fast Casual no Brasil, especializada em hambúrgueres artesanais no melhor estilo churrasco. Atualmente possui 24 lojas em funcionamento, distribuídas em 16 cidades, nas regiões Nordeste, Sudeste, Distrito Federal, Centro-Oeste e Sul. Até o final de 2019, a expectativa é chegar a 40 unidades.