Ele viaja o mundo e na bagagem leva suas raízes. Domina técnicas da alta gastronomia e alia habilidade a sensibilidade, a partir da lembrança afetiva dos sabores da infância. Quando menino, acompanhava o avô em dias de pesca e caça, atentamente observando o manuseio do alimento. A inspiração veio à tona e a curiosidade também. Colocava a mão na massa e descobria a versatilidade da gastronomia. Do simples ao elaborado, valorizando o frescor, o sabor e a autenticidade.

Fernando Mack está certamente entre os mais renomados e respeitados chefs que atuam em Mato Grosso e no país. Escolheu Cuiabá para aplicar sua arte, foi fisgado por uma cuiabana e o coração falou mais alto. Após experiências em sete restaurantes 3 estrelas pela Michelin, estágios em diversos países, sete anos no D.O.M, do primo Alex Atala, no Mahalo da chef Ariani Malouf, Mack se dedica a novos projetos. Como consultor, assinou a reformulação do Dom Sebastião, que ganhou mais sofisticação no cardápio.

No próximo semestre, incursiona pelo interior do Estado, percorrendo 16 municípios nos diferentes biomas, garimpando tesouros gastronômicos, pratos da cultura popular, resultado da sabedoria de um povo. O resultado vai ganhar o formato de um livro-documentário, com lançamento para fevereiro de 2015, em linguagem contemporânea e ricamente ilustrado.

Fernando destrincha não só os ingredientes mas, sobretudo, sua história. Busca referências, pesquisador incansável que é. Filho de pai militar, numa família repleta de cozinheiros, morou em 10 estados brasileiros, o que aguçou sua percepção diante da rica particularidade contextual. Para ele, respeitar a cultura é essencial para um trabalho impecável. “Me inspiro nas criações regionais para reconstruí-las, a partir de suas influências, me aprofundando em seu significado poético, conhecendo suas peculiaridades”, comentou. A técnica é sua fiel companheira: “a tradução real da criatividade”.

Uma cozinha, pontua o chef, é um ambiente que exige disciplina e rigidez. “O olhar apurado de um chef vai além dos temperos, envolve liderança, gestão, responsabilidade”, acrescenta Mack, citando o professor João Carlos Caldeira, que o inspira pelo compromisso com a profissão.