Apesar do nome, o Moscow Mule só tem uma coisa (muito importante, por sinal) a ver com a Rússia – a vodca. Fora isso, o coquetel foi inventado nos Estados Unidos em 1940 e foi redescoberto nos últimos anos por bartenders de todo o mundo.

Geladinho e com uma refrescante espuma, caiu rapidamente no gosto brasileiro e tem até bar dedicado à bebida, o Mule Mule Muleria, na Vila Madalena (São Paulo), que faz versões diferentes do drinque. Elas podem levar saquê ou gim e são coroadas com uma espuma cremosa feita com sifão de chantili.

 

Por causa das orientações de distanciamento social, o Mule Mule está fechado temporariamente e sem previsão para retornar. Mas você pode fazer as receitas de mules e aperitivos do bar na sua cozinha (o que é uma ótima forma de passar o tempo).

E não fique intimidado(a) se não tiver um sifão de chantili em casa para fazer as espuminhas dos coquetéis: eles também ficam bem gostosos sem a decoração.